jusbrasil.com.br
20 de Agosto de 2017
    Adicione tópicos

    Líderes de bancadas na Assembleia dão boas vindas aos colegas

    A primeira sessão do ano na Assembleia Legislativa não foi marcada apenas pela posse dos deputados e a eleição da Mesa Diretora. Os líderes de bancadas usaram a tribuna neste domingo, 1º, para se apresentar e dar as boas vindas aos colegas. Deputado estadual Francisco Gualberto, escolhido líder da bancada de apoio ao governador Jackson Barreto, e deputado estadual Samuel Barreto, líder da bancada de oposição, fizeram os primeiros discursos da nova legislatura.

    Francisco Gualberto ocupa uma função que já conhece. Foi líder do governo na gestão de Marcelo Déda e em parte do primeiro governo Jackson, que ocupou o cargo a partir do falecimento do titular. O petista disse que o parlamento, alvo de matérias negativas na imprensa, tem demandas positivas que merecem ser mostradas. O parlamentar mostrou-se preocupado com o posicionamento de alguns órgãos de comunicação em relação aos governos do PT, em Brasília. Citou uma rede de televisão e uma revista de grande circulação nacional.

    Gualberto disse que não existe democracia sem a participação do parlamento. Segundo ele, parte da imprensa se excede nas críticas. “Parlamento enfraquecido é democracia enfraquecida. Quem quer exercer o poder deve seguir a Constituição, pois ela diz todo poder emana do povo . Erros que podem ter ocorrido podem ser corrigidos, mas não podemos desfigurar o papel da Assembleia Legislativa. Quem assim age democrata não é”.

    O líder do governo disse ainda que a Assembleia Legislativa de Sergipe já ofereceu vários exemplos positivos, mas criticou a busca por notícias negativas . “Quando o fato é negativo ou basta parecer negativo é manchete nacional. E a notícia é repetida diariamente aqui em Sergipe”. Para ele, a Assembleia tem uma papel importante. “Por esta Casa passam decisões fundamentais que alteram a vida do Estado e das pessoas. Se errarmos os efeitos surgirão para o Estado e para o povo, se acertarmos os efeitos positivos surgirão para Sergipe e para o povo. É o parlamento o ambiente mais plural da vida brasileira”, destacou.

    Samuel Barreto agradeceu pela confiança depositada nele por apostarem em seu nome disse que serão dez líderes e não apenas um. O deputado afirmou que era uma honra ocupar a função que vinha sendo exercida por Venâncio Fonseca que, segundo Barreto, se trata de um dos grandes nomes do parlamento, um grande orador. “Será sempre nosso eterno líder. Ensinou muito a todos nós aqui nessa Casa. Sobre substitui-lo, digo que não cometerei o erro de Maradona que quis ser maior que Pelé. Sintam-se acolhidos nesta Casa”.

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)